15h00

Para economistas, pacote do governo deve ajudar na criação de vagas

O pacote de medidas para estimular a geração do primeiro emprego de jovens entre 18 e 29 anos, em elaboração pela equipe econômica, pode levar alento aos mais de 4 milhões de desempregados desse segmento, avaliam economistas. O programa deve conceder benefícios fiscais aos empregadores, como isenção da contribuição previdenciária e redução de outros encargos.

Compartilhe
Tamanho da Fonte
Para economistas, pacote do governo deve ajudar na criação de vagas

Para Maria Andreia Parente Lameiras, do Ipea, a despeito de os jovens estarem dentro do segmento que gerou 1,1 milhão de vagas nos últimos 12 meses, a criação de vagas sem que haja incentivos financeiros às empresas não é suficiente para absorver todo contingente fora do mercado.

— Mesmo gerando vagas, ainda temos muitos jovens desempregados. Precisamos de política para inserir esse contingente no mercado de trabalho. Se pensarmos a longo prazo, o ideal é estimular a contratação de pessoas mais jovens —afirma.

Na avaliação de Thiago Xavier, da Tendências, o pacote visa melhorar, no futuro, a produtividade os salários médios da economia. Cerca de 3 milhões de trabalhadores devem ser atingidos, segundo fontes da equipe econômica.

—As condições de entrada do mercado influenciam toda sua trajetória profissional. Se a pessoa ficar muito tempo desempregada, entrar na informalidade vai afetar sua trajetória e, consequentemente, o salário médio e a produtividade no futuro — diz Xavier.

Deixe seu comentário
Av. Tancredo Neves, 620 – Caminho das Árvores, Empresarial Mundo Plaza, Salas 1816 a 1820, Salvador – BA, CEP: 41820-021
Fale Conosco
Possuímos uma equipe de atendimento pronta para responder as suas dúvidas e atender todas as suas necessidades. Entre em contato através de nossos telefones.
71 4042-0911
2018 - 2019. GrupoLis. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo - Agência Digital